Celebrar o Campo de Regeneração de Ecossistemas

Na semana passada a Quinta do Vale da Lama foi o palco para um Campo de Regeneração de Ecossistemas, que acolheu cerca de 30 participantes motivados e capacitados para uma aprendizagem prática aplicada em torno da implementação de uma estratégia de gestão eficiente para a regeneração do sequeiro, co-projetado pelo proprietário do terreno e pela OrlaDesign para o declive superior norte da quinta.

Estamos profundamente gratos e inspirados por todos aqueles que se juntaram com a sua dedicação e entusiasmo na co-criação desta cultura regenerativa tão abundante em alegria e partilha de competências. As árvores sorriem com a chuva tão esperada, e agradecem a todos o vosso cuidado e dedicação.

Durante esta semana cerca de 325 árvores e 200 estacas foram plantadas cuidadosamente, inoculadas com biofertilizante (microorganismos indígenas), e uma encosta despida foi reflorestada. Duas principais estratégias foram implementadas:

1. No cimo do monte a regeneração nativa foi incentivado ao adicionar à camada de arbustos uma camada de Azinheiras, Alfarrobeiras, Carvalhos Portugueses, cipreses ocasionais e Casuarinas. Plantadas usando uma berma em forma de meia lua para captar águas da chuva, cuidando de cada semente com um pouco de cobertura vegetal para finalizar o processo;

2.Pela barriga da colina, uma área menos inclinada foi dividida em sub-parcela de pasto de sistemas Agrosilvopastorais de Alfarrobeiras, bordados por bancos de forageiras plantados em ondulações orgânicas de contorno. Alfarrobeiras foram espaçadas para permitir a regeneração das pastagens alinhadas com o pasto holístico planeado para as ovelhas da quinta.

Para mais informação sobre a Síntese de Design da estratégia de gestão eficiente para a regeneração do sequeiro para os sistemas de chuva da quinta e a lista detalhada de plantas veja as imagens abaixo:


A semana teve uma grande partilha de inspiração de diversos facilitadores experientes, como Hugo Oliveira, da OrlaDesign, que realizou a facilitação geral da semana e foi o guia de design para a encosta norte e plantação de bancos de forageiras; Bonggi R. Ibarrondo, da Reforest-Acción Network, que facilitou uma plantação especialidade de árvores e um reflorestamento ativo e inspirador; Yorgos Sorriso ativou os microorganismos do solo com biofertilizante abundante desde a origem do processo até à sua aplicação e Peter Zinn compartilhou a sua sabedoria de manutenção de árvores com uma presença carismática.

Para detalhes diários deste campo consulte as seguintes publicações: Dia 1, Dia 2, Dia 3, Dia 4, Dia 5.

O nosso objectivo para o campo foi criar ondulações de turbilhões regenerativos de modo a inspirar participantes a agir nas suas áreas, e como redes micélios, contribuir para um movimento mais amplo de ação regenerativa. A Quinta do Vale da Lama pretende agir como exemplo e compromete se a realizar dois Campos de Regeneração de Ecossistemas no ano que vem e dar continuidade à ação regenerativa. Um na Primavera (9 a 13 de Abril) e outro no Outono (12 a 16 de Novembro). Fique atento!

Celebrating the Ecosystem Regeneration Camp

Last week, Quinta do Vale da Lama was the stage for an Ecosystem Regeneration Camp, that welcomed around 30 greatly motivated and skilled participants for a hands-on applied land-based learning venture around the implementation of a Water-Wise Dryland Regeneration Strategy co-designed by the Land Owner and OrlaDesign for the North upper slope of the farm.

We are deeply grateful and inspired by all that joined together with their dedication and enthusiasm for the co-creation of this regenerative culture so abundant in joy and skill sharing. The Trees are smiling today with the so longed waited rain, and thanking all of you for the care and dedication given to each one of them.

During the week around 325 trees and 200 cuttings were carefully planted and inoculated with biofertilizer (Indigenous Microorganisms), and a denuded slope was reforested. Two main strategies were implemented:

1. On the top of the hill the native regeneration was encouraged by adding to the shrub layer a canopy layer of Holm Oaks, Carobs, Portuguese Oaks, occasional Cypresses and sacrificial Casuarinas. Planted using a half-moon berm to harvest rainwater, caring for each seedling with a bit of woody mulch to finalize the process;

2. By the belly of the hill a less sloped area was divided into sub-paddocks of Agrosilvopastoral systems of Carobs, edged by fodder-banks planted on contour organic swales. Carobs were spaced to allow the regeneration of the grasslands aligned with the holistic planned grazing for the sheep of the farm.

For more information on the Design synthesis for the Water-Wise Dryland Regeneration Strategy for the rainfed systems of the farm and the detailed plant list see the images below.


The week had great inspirational sharing from diverse experienced facilitators such as Hugo Oliveira from OrlaDesign holding the overall facilitation of the week as well as the design brief for the North Slope and plantation of fodder banks, Bonggi R. Ibarrondo from Reforest-Acción Network facilitating skilled tree planting and active inspirational reforestation; Yorgos Sorriso activating the soil micro-organisms with abundant biofertilizer from origin to application and Peter Zinn sharing his tree maintenance wisdom and charismatic presence.

For a daily follow-up of the camp go to the following posts: Day1, Day2, Day3, Day4, Day5.

Our aim for such camp was also to create ripples of regenerative eddies that participants would be inspired to activate in their areas, and as mycelium networks, contribute to a wider movement of regenerative action. Quinta do Vale da Lama wishes to also act on example and will commit to hold two Ecosystem Regeneration Camps next year, as follow up regenerative action. One in Spring (April 9-13) and another in Fall (November 12-16). Stay tuned… 🙂

Deixar uma resposta